sexta-feira, 22 de junho de 2012

Amante de Sonho - Fantasy Lover




Amante de Sonho de Sherrilyn Kenyon
Edição: 2009
Páginas:288
Editor: Saída de Emergência

” Grace Alexander, uma bonita terapeuta sexual de Nova Orleães, julgava estar destinada a uma vida sem paixão. Até ao dia em que a amiga Selena a convence de que, por artes mágicas, poderá convocar um escravo de amor durante um mês. Certa de que a magia da amiga irá falhar, Grace deixa-se pela brincadeira. Mas….
Caro leitor,
Estar preso num quarto com uma mulher é fabuloso. Estar preso em centenas de quartos ao longo de dois mil anos não o é de todo. E estar amaldiçoado como escravo de amor para a eternidade, arruína qualquer guerreiro espartano. Como escravo de amor, sei tudo sobre as mulheres.Como tocá-las, saboreá-las e, acima de tudo, como dar-lhes prazer. Mas quando fui convocado para satisfazer as fantasias de Grace, encontrei a primeira mulher na história que nem viu como um homem com um passado atormentado. Só ela se preocupou em levar-me para fora do quarto e mostrar-me o mundo.  Ensinou-me a amar de novo.
Mas eu não nasci para conhecer o amor.Fui amaldiçoado para caminhar sozinho pela eternidade.Como general, aceitara há muito a minha sentença. No entanto, agora encontra Grace  – a única coisa sem qual o meu coração não consegue sobreviver. Poderá o seu amor curar as minhas feridas  e quebrar uma maldição milenar?  Julian da Macedónia”


Prólogo:

” Uma lenda grega ancestral
Senhor de uma força suprema e de uma coragem inigualável, ele era abençoado pelos deuses, temido pelos mortais e desejado por todas as mulheres que o avistavam.
Era um homem que não conhecia leis nem respeitava territórios.A sua destreza em combate e o intelecto superior rivalizavam com os de  de Aquiles, Ulisses e Héracles, e estava escrito que nem o poderoso Ares poderia alguma vez derrotá-lo.
E como se o dom do grandioso Deus da Guerra não bastasse, contava-se também que, no dia em que nasceu, a deusa Afrodite beijou-lhe o rosto,assim assinalando o seu lugar eterno na memória dos mortais.
Abençoado com o toque divino de Afrodite, tornou-se um homem tal, que nenhuma mulher se atrevia a negar-lhe o corpo. Pois não havia igual na Arte do Amor, e o seu vigor ousava muito mais do que o qualquer mortal. De desejos ardentes e ferozes, jamais seria dominado. Ou negado.
Com a sua pele e cabelo dourados, exibindo olhos de guerreiro, dizia-se que bastava a sua presença para satisfazer as mulheres que, a um toque da sua mão,sucumbiam, cegas de prazer.
Nenhuma poderia resistir ao seu encanto.
E, então, da inveja nasceu uma maldição eterna. Uma desventura que jamais será desfeita.
Como o pobre Tãntalo, é a sua sina buscar eternamente a satisfação e nunca a concretizar.Desejar o toque de quem o chama e proporcionar-lhe o mais completo e absoluto prazer e saciedade.
A cada lua cheia, ele deitar-se-á com ela, fará amor com ela, até ser novamente forçado a partir deste mundo.
Mas cuidado, pois a amante que sentir o seu toque tê-lo-á gravado na sua memória.Nenhum outro homem poderá jamais satisfazê-la.Porque nenhum mero mortal poderá comparar-se a um homem de tamanha beleza. De tamanho ardor. De tamanha intrépida sensualidade.
Eis o maldito.
Julian da Macedónia.
Aperta-o contra o peito e diz o seu nome três vezes quando soar a meia-noite, sob o fulgor da luz da lua cheia.Ele virá até ti, e até ao próximo ciclo lunar, o corpo dele será teu súbdito.
O seu único objectivo será agradar-te, servir-te.
Saborear-te.
Nos seus braços conhecerás o paraíso.”

Sem comentários:

Enviar um comentário