domingo, 14 de outubro de 2012

Opinião O Beijo da Noite









Título Original: Kiss of the Night
Título: O Beijo da Noite (Predadores da Noite nº4)
Autora: Sherrilyn Kenyon
Editora: Saída de Emergência
Edição: Setembro 2010


Opinião do blog " Ler Por Gosto Não Cansa!"



"O Beijo da Noite foi até agora o que menos gostei.
Achei que a ideia de tornar o mundo dos daemons mais soft e aceitável estragou um pouco o ambiente deste volume. Curiosamente não afectou os seguintes, porque por mais que tenha gostado de Cassandra e tenha simpatizado com ela, não consigo ver os daemons como Apollites bons que só "comem" almas dos maus. Por isso, este volume ficou-me na memória mais como um aparte do que como um livro de um Predador da Noite.
Também achei que toda aquela história da amnésia após 5 minutos em relação ao Wulf resultou muito bem nos primeiros capítulos, mas que depois foi-se dissociando ao longo da história, até que chegou mesmo a uma parte em que já toda a gente se lembrava dele... Hum, não foi muito coerente e apesar de ser irrelevante ao longo do livro, este aspecto foi sendo relembrado e por isso conta como ponto negativo.
Não gostei do espaço temporal ter voltado atrás. Penso que tudo se poderia ter resolvido no período de tempo seguinte, mesmo sem a ajuda do Acheron (penso que foi essa a desculpa, de ele estar ocupado e não poder ajudar o Wulf).
Resumindo, este foi o menos satisfatório de todos mas deu para matar saudades da escrita de Sherrilyn Kenyon."


Opinião do Blog " BranMorrighan"


"Qualquer livro da série dos 'Predadores da Noite' que venha ter às minhas mãos é sempre sinónimo de uma leitura compulsiva, divertida e sensual. Sherrilyn Kenyon tem-se mostrado uma autora capaz de introduzir sempre novos elementos a cada volume aguçando sempre a curiosidade para o próximo.
Em 'Beijo da Noite' temos em destaque o predador da noite Wulf que, por causa de uma maldição, nenhuma pessoa consegue lembrar-se dele cinco minutos após ter estado na sua presença. Excepto aqueles que possam partilhar algum tipo de laço sanguíneo com ele ou os outros predadores da noite.
É então aqui que surge Cassandra. Ela consegue lembrar-se dele! Mas isto tem uma razão de ser, ela é a última descendente de Apolo e está condenada a morrer aos 27 anos por isso mesmo. O problema é que é sabido que quando o último descendente de Apolo morrer, todos os apollimi e daemons ficarão livre da maldição imposta pelo deus. Portanto, como devem adivinhar, a morte de Cassandra é o objectivo principal desses seres.
Este é um livro de grandes emoções. Apesar de ter um teor sexual bastante forte como em todas as restantes obras, apela bem mais ao sentimento e à compaixão pelas personagens. Wulf sofre porque não há ninguém que se lembre dele, Cassandra não se conforma com a sua condição e muito menos com a sua morte. E quando estas duas personagens se cruzam e se envolvem, os deuses brincam com eles pondo à prova tudo em que acreditam.
Foi uma leitura bastante agradável e emotiva, que de certa forma deixou a marca por ser de um estilo um pouco diferente dos outros até agora. Sherrilyn Kenyon é sem dúvida uma mestre na arte da escrita e na arte de prender os leitores página após página. Muito bom."

 Veja Também:

 O Beijo da Noite - Livro  

Personagens Wulf e Cassandra


Links: 

Blog " Ler Por Gosto Não Cansa!"

Blog " BranMorrighan"

Sem comentários: